Faixa a Faixa: Rare - Selena Gomez

"Rare" é o terceiro álbum solo da cantora e o mais autoral da carreira



Depois de quatro anos sem um álbum de inéditas, Selena Gomez está de volta. "Rare" marca o retorno, no qual a cantora deixa de lado o pop genérico e traz o seu trabalho mais autoral até então, já que aparece também como compositora em todas as faixas.


Com letras sinceras e diretas, as canções trazem a temática "dar a volta por cima", seja em relação a término de relacionamentos ou a luta contra ansiedade e depressão.


Já na parte melódica, Selena toma para si o pop sofrência, assim chamado o pop com pitadas de blues e soul, mas não deixa de explorar com confiança outros gêneros, como R&B, EDM e até o Latino. Para isso, ela contou com o apoio de um time de peso de compositores e produtores, que vão desde parceiros antigos, como Justin Tranter e Julia Michaels, até nomes em alta, como Finneas, irmão, produtor e parceiro de composição de Billie Ellish.


Rare


A faixa-título, que ganhou videoclipe no dia do lançamento do álbum, conta com uma produção similar ao que já foi ouvido nos singles que a cantora lançou durante o seu hiato, “Bad Liar”e “Back To You". No entanto, a letra ela deixa no passado o tom submisso de músicas como "Come and Get It" e "Good For You", mostrando que daqui por diante ela não vai aceitar menos do que merece.


Em entrevista para a IHeart Radio, Selena explicou que desde o início “Rare” foi o nome escolhido para o projeto, porque é uma palavra muito simples e que passa uma mensagem poderosa. YOU GO, GIRL!



Dance Again


Essa é a música para a gente colocar uma mão para cima gritando “Amém, Selena!”e a outra no joelho enquanto descemos até o chão. Com todos os requisitos de um pop que não vai deixar ninguém parado na balada, a faixa mostra que a cantora agora superou as dores que a afligiam. A letra fala muito sobre libertação e a conquista da felicidade, o que dá significado à canção que tinha tudo para ser só mais uma na rádio.



Look At Her Now


Quem diria que uma canção com o refrão cheio de "Hum, hum, hum, hum" seria tão forte? Toda cantada na terceira pessoa, a faixa fala sobre não só terminar, como também superar um relacionamento tóxico."Ela vai encontrar o amor/ somente se ela quiser" ecoa Selena na ponte, passando uma mensagem poderosa para as mulheres que estão em situações semelhantes.



Lose You To Love Me


Single que deu o ponta pé inicial da nova era, a canção é a única balada tradicional de todo o álbum. A escolha faz muito sentido, já que é nesse momento que Selena fecha um capítulo doloroso de sua história e mostra que está pronta para seguir em frente.


Não só a música como também o videoclipe segue a mesma fórmula de sucessos como "Hello", da Adele: letra que provoca uma identificação do ouvinte com uma representação visual simples, porém forte. O toque especial na melodia fica por conta da produção de Finneas, irmão de Billie Ellish.



Ring


Nessa música Selena mostra toda a sua influência latina que estava escondida em seus trabalhos anteriores. Apesar disso, o resultado parece mais um LADO B ou descarte do álbum da Camila Cabello.


Também é interessante perceber a continuidade da temática abordada em todo o projeto. Esse é outro momento que a cantora aborda como ela agora encara seus relacionamentos de forma mais poderosa.



Vulnerable


Apesar de ser uma das favoritas dos fãs, a faixa é a que tem a melodia mais genérica, além de seguir muito o estilo já feito pela cantora, como no single "Wolves", por exemplo. No entanto, é nesse momento que ouvimos Selena falar mais abertamente sobre o que sentiu nos últimos anos com as complicações de saúde, por isso a faixa tem um significado especial.



People You Know


Essa é a faixa em que os sintetizadores e a voz distorcida reinam na produção. O refrão gira em torno de uma frase que sintetiza muitos relacionamentos que não dão certo junto com uma melodia que acompanha a intensidade lírica. “Pessoas que podem ir de pessoas que você conhece para pessoas que você deixa de conhecer”, canta Sel em um dos trechos.



Let Me Get Me


Aqui a cantora se joga mais uma vez na pista. Uma das músicas mais divertidas do álbum, Selena usa elementos latinos (como as palminhas que a gente AMA!) junto com uma pegada EDM. Outro momento que poderia ter sido só uma canção de balada vazia que ela preferiu passar uma mensagem importante.


Em um dos versos solta: "Acho que essa é a sensação de ser livre/ Acho que essa é a sensação de olhar pra mim mesma". Isso só confirma que a cantora realmente está em uma nova fase não só da carreira, mas também da vida.



Crowded Room


Essa é a canção que mais se destoa sonoramente de todo o álbum, mesmo parecendo uma irmã mais velha e madura de "Good For You".


Aqui temos o primeiro feat., com 6lack. A participação é tão sútil que não soa forçada, o que geralmente acontece na fórmula já batida cantora pop + rapper. Os versos quase cantados de 6lack ajudam a dar a leveza para a faixa.


Outro ponto interessante é a comprovação da evolução vocal de Selena, que passeia pela voz de cabeça e voz de peito durante toda a canção, deixando tudo ainda mais interessante.



Kinda Crazy


Com uma voz cheia de ar, quase como uma espécie de sussurro, Selena dá delicadamente um “tapa na cara” em um de seus ex-namorados (cof cof Charlie Puth). Na canção, ela percebe que estava em um relacionamento um tanto quanto estranho e que na maioria das vezes é melhor estar sozinha do que mal acompanhada. “Você me tratava como louca/ mas quem é louco é você”, dispara em um dos trechos.



Fun


Mais uma parceria com Julia Michaels, a canção foi a última a ser adicionada ao álbum. Selena contou em entrevista à estação de rádio Beats 1 que a faixa foi criada porque a gravadora achou que faltava algo divertido, então ela decidiu levar o conselho ao pé da letra de uma forma sarcástica.


A música fala sobre um relacionamento da cantora, que não tinha a pressão do “felizes para sempre” e que era apenas divertido. Além disso, há aqui duplo sentido com situações relacionadas a saúde pelas quais ela passou nos últimos anos. Em um dos versos ela canta “Isso era exatamente o que o médico prescreveu”.



Cut You off


Aqui Selena se arrisca numa pegada que mistura Soul com Blues, o chamado Pop Sofrência, e dá super certo. Apesar dos dois primeiros versos lembrarem a estrutura melódica de "Never Be The Same", da Camila Cabello, a música poderia facilmente estar no repertório de cantoras como Norah Jones.


Na faixa, ela deixa os sussurros de lado e mostra o lado forte de sua voz, como um ato literal de libertação depois de cortar fora tudo o que lhe fazia mal.



Sweeter Place


Esta, entre as faixas do álbum, com certeza é a mais adequada para o encerramento. A letra passa uma mensagem de esperança, de que deve sim existir um lugar melhor, sem todas as angústias e anseios narrados nas canções anteriores.


Além disso, a música conta não só com a participação, mas também com a produção de Kid Cudi. Também em entrevista à Beats 1, Selena afirma que ele foi a inspiração para a melodia, o que explica o ar experimental.


A cantora ainda falou que a gravadora decidiu enviar a versão demo para o rapper sem ela saber. Quando essa história foi contada para ela, primeiramente ficou chateada, mas depois decidiu pular de cabeça e também convidou Kid Cudi para fazer a produção, dando o toque autêntico que faltava.



Estreando no topo da parada Billboard 200, o novo trabalho de Selena é tão consistente e bem construído que conseguiu agradar não só os fãs antigos, como também conquistar novos ouvintes.


Além disso, ao que tudo indica ela não vai parar por aí, não. Em entrevista ao Jimmy Fallon, a cantora afirmou que pretende lançar novas músicas, inclusive uma delas se chama "Boyfriend", o que só indica que "Rare" é o início da evolução musical de Selena.

OutrosPots.png

Matérias Recentes