Emicida & a super aula de "AmarElo Doc"


Trecho de "AmarElo - É Tudo Pra Ontem" | Foto: Reprodução Instagram/@emicida

Mais do que um registro do processo de criação do álbum "AmarElo" e do memorável show que aconteceu no Teatro Municipal em novembro de 2019 (o que por si só já teria um valor imensurável), o documentário "AmarElo - É Tudo Pra Ontem", lançado em dezembro na Netflix, vai muito além e traz as reflexões do rapper, cantor e compositor Emicida sobre vários temas, como a negritude brasileira, as lutas antirracistas e os movimentos artísticos do país.

Foto: Reprodução Instagram/@emicida

Contador de histórias nato, o multiartista assume aqui o papel de narrador para homenagear todos os ídolos que o inspiraram enquanto faz um passeio histórico que vai desde a chegada do primeiro navio negreiro no Brasil até a pandemia do novo coronavírus. Com isso, fica ainda mais claro que o "AmarElo Doc" é uma obra sobre a relevância dos encontros durante a vida e até onde essa ligação (Elo) entre as pessoas pode nos levar.


Para celebrar o projeto, Emicida também lançou a música que dá nome ao documentário, "É Tudo Pra Ontem", que tem a participação de ninguém menos que Gilberto Gil, reafirmando o objetivo de mostrar a importância dos encontros.



“AmarElo - É Tudo Pra Ontem” é uma super aula de 1h30 de duração com temas que precisam ter o estudo aprofundado e a discussão cada vez mais presente no cotidiano de todos com urgência. Como o próprio nome indica, isso tudo é algo que precisa acontecer para ontem.


E aí, o que você achou do documentário?

OutrosPots.png

Matérias Recentes